logo-netpoint-gray

Criando um podcast do zero: baixo custo e produção simplificada

Homem negro sentado em uma mesa com notebook e microfone. Ele está falando na direção do microfone enquanto usa fones de ouvido. O homem está vestido com uma camiseta com estampa camuflada e tem barba e cabelos pretos.

Uma das mais preciosas possibilidades que a tecnologia streaming nos trouxe foi a de ouvir programas de áudio instantaneamente, a qualquer momento e de qualquer lugar — sem precisar acompanhar a programação de um canal de rádio ou aguardar alguns minutos enquanto fazemos download de arquivos.  

 

Atualmente, nós, brasileiros, somos a terceira nação que mais consome podcasts no mundo, perdendo apenas para a Suécia e Irlanda, que lideram o ranking em 1° e 2° lugar, respectivamente. Somamos mais de 30 milhões de ouvintes no Brasil, segundo a revista Exame. 

 

São vários os motivos que tornaram os podcasts populares, mas a otimização do tempo talvez seja o maior deles. Na correria do dia a dia, nem sempre conseguimos parar para assistir a vídeos ou ler jornais, mas se informar por meio de podcasts é muito mais simples — podemos fazer isso enquanto almoçamos, treinamos, ou encaramos o trânsito indo e voltando do trabalho.  

 

Além do alcance de público, podcasts oferecem outros benefícios para empresas e produtores de conteúdo: baixo custo e uma produção simplificada. Ou seja, produzir conteúdo de áudio para a sua marca pode ser mais barato (quando comparado a outros formatos) e você ainda tem a possibilidade de alcançar mais de 30 milhões de pessoas, somente no Brasil.  

 

Para que você possa aproveitar todas essas vantagens, preparamos um conteúdo te explicando o passo a passo de como começar a produzir podcasts. Boa leitura!  

 

Criando um podcast do zero 🎧

Antes de sentar diante de um microfone para gravar o primeiro episódio do podcast, existem algumas etapas que devem ser seguidas para se ter um bom planejamento e um projeto organizado, aumentando as chances de sucesso.  

 

Como já mencionamos, podcasts não costumam exigir altos gastos. Para começar, recomendamos que você tenha um bom microfone (os valores podem variar de R$50 a R$1.000), celular e acesso a um editor de áudio. Mas lembre-se: não é necessário investir no produto mais custoso logo de cara — se essa não for uma possibilidade viável —, mas você deve se importar com a qualidade do seu material. 

 

Com os equipamentos em mãos, é hora de pensar em quem será o público-alvo do seu podcast. Dessa forma, você consegue nomear o programa de forma mais assertiva, escolher temas que sejam interessantes e atrativos para esses possíveis ouvintes e definir qual é a melhor forma de se comunicar com essas pessoas. 

 

A definição do público-alvo pode te ajudar a entender também qual é a melhor opção de formato para os episódios. Storytelling, jornalístico, roda de conversa, entrevista, ou simples bate-papos: são várias as possibilidades. Mas nada de escolher pensando apenas no que está em alta, hein? Pense, principalmente, no que será mais interessante para seus ouvintes.  

 

Para finalizar a etapa do planejamento, é importante definir a periodicidade em que os episódios irão ao ar e cumpri-la, evitando atrasos nas publicações. Dê uma olhada nas opções de plataformas de streaming que distribuem podcasts e decida em quais delas você precisa estar — novamente pensando nos hábitos de consumo do seu público.  

 

Gravando o primeiro episódio 🎙️

Com o tema do primeiro episódio definido, é hora de estudar o máximo possível sobre o assunto e criar um roteiro consistente, com todo o conteúdo que será abordado. Estruturar um bom roteiro diminui as chances de erros durante a gravação e facilita a etapa de edição. 

 

Antes de gravar, recomendamos a leitura do roteiro em voz alta, para checar se a linha de raciocínio construída faz sentido. Também é interessante pensar sobre a relevância de incluir convidados no episódio. Dependendo do formato e objetivo do projeto, a participação de especialistas renomados pode enriquecer o debate e fazer com que mais pessoas cheguem até o seu podcast. 

 

Na etapa da edição, o ideal é criar um padrão de apresentação, usar sempre a mesma vinheta e efeitos sonoros parecidos. Esses elementos devem ser aplicados aos próximos episódios para que o público se familiarize com a comunicação da sua marca e saiba como identificar o seu podcast através desses elementos.  

 

Publicação, divulgação e análise de resultados 👨🏿‍💻

Com o material finalizado e publicado nas plataformas escolhidas, divulgue (e muito!) o seu podcast nas redes sociais em que o seu público-alvo costuma marcar presença. Mas, mesmo depois de publicar e divulgar, o trabalho ainda não acabou – é essencial analisar como o conteúdo foi recebido pelos ouvintes. 

 

Algumas plataformas de distribuição de podcasts permitem que os ouvintes deixem comentários nos podcasts. Se esse for o caso de alguma plataforma escolhida para distribuir o seu projeto, fique atento aos comentários do público. Caso contrário, analisar o número de reproduções e o que estão falando sobre nas redes sociais também são ações relevantes.  

 

Ao longo dos episódios, vá analisando quais temas foram mais relevantes e, se você optar por essa estratégia, quais convidados trouxeram mais pessoas para conhecer o seu podcast. Ao fazer essas análises, você aprende quais são as melhores estratégias para se comunicar com seus ouvintes e produz conteúdos cada vez melhores. 

 

Por último, mas não menos importante: fique de olho no que os seus concorrentes estão fazendo e nas técnicas utilizadas pelos podcasts de maior sucesso no Brasil e no mundo — essa prática pode render ótimos insights! 

 

E aí, tá esperando o que para começar a produzir o seu podcast? Se quiser saber mais sobre essa e outras estratégias digitais que podem aumentar os resultados da sua empresa, fique de olho no Blog Netpoint — um espaço cheio de ideias inovadoras feito por quem tem mais de 20 anos de experiência em eventos digitais.  

#newsletter

Os melhores conteúdos sobre eventos, transformação digital, experiência do cliente, branding e mais.

Quer saber como obter mais resultados com seus eventos?
Converse agora com um de nossos especialistas!