logo-netpoint-gray

5 motivos para incluir lives no seu planejamento de marketing

Homem assistindo a uma live transmitida pela Netpoint em seu notebook. Ao lado do computador, há um smartphone com a página inicial da plataforma do evento aberta.

Estar de olho nas tendências do mercado é essencial para se destacar em relação aos concorrentes, principalmente em um momento em que a idade média das empresas está em queda. Em 1964, a idade média das empresas no S&P 500 era de 33 anos, segundo estudo da Innosight. A média caiu para 24 anos em 2016, e a previsão é de que diminua ainda mais, chegando a apenas 12 anos em 2027.

 

Uma boa forma de evitar a diminuição da longevidade de uma empresa é investir em escuta social em tempo real. Pensando nisso, os eventos digitais são ótimas ferramentas e estão em constante alta. Com o aumento no consumo de lives durante a pandemia da Covid-19, grandes empresas passaram a investir nessa estratégia de marketing, que se mostrou muito eficiente.

 

Após mais de dois anos desde o início da pandemia, milhares de lives corporativas foram ao ar com diversas propostas diferentes: lançamentos de produtos, webinars, conferências, treinamentos, programas de capacitação etc. Por aqui, na Netpoint, depois de tantas produções para clientes de segmentos tão diferentes, o resultado foi claro – as lives podem ser grandes aliadas do seu planejamento de marketing. 

 

Arriscamos dizer que os eventos digitais podem oferecer ótimos resultados para o seu negócio também. E para te convencer, listamos 5 motivos para incluir lives no seu planejamento de marketing. Continue a leitura e fique por dentro de todos eles!

 

 

Redução de custos 💰

É fato que, quando comparados com eventos digitais, os presenciais exigem mais gastos. Um bom exemplo disso é pensar no investimento em locação de espaço – eventos presenciais costumam exigir ambientes maiores e mais caros, a fim de abrigar todo o público esperado com conforto.

 

Para transmissões ao vivo de eventos grandes, como lançamentos de produtos, geralmente um estúdio é suficiente para acolher todo o cenário, apresentadores e o restante da equipe envolvida, já que os espectadores estarão participando à distância.

 

Treinamentos internos e programas de capacitação podem ser transmitidos no próprio ambiente da empresa, reduzindo ainda mais esse custo. Mas se quiser zerar os gastos com transporte, outra boa opção é investir no modelo 100% virtual.

 

Eventos presenciais também exigem gastos com transporte, hospedagem e alimentação, para promover os famosos coffee breaks. Ao colocar tudo isso na ponta do lápis, você vai perceber que a economia é muito significativa e, durante o planejamento de uma live, irá encontrar ainda mais formas de diminuir custos.

 

 

Totalmente escalável: quanto maior o alcance, maior a quantidade de leads gerados 📈

Alguma das maiores empresas do mundo, como Netflix, Uber e Spotify, apostam em produtos que podem ser escaláveis, aumentando volume sem aumentar custos. Para eventos essa também é uma realidade, já que, ao invés de gastar um valor para receber um número limitado de pessoas, em um evento online você pode ter o mesmo gasto (ou até mesmo reduzi-lo), mas aumentar significativamente o alcance de público.

 

Ou seja: ao substituir a locação de um grande espaço com capacidade de até 5 mil pessoas pela de um estúdio de transmissão ao vivo, por exemplo, pode-se mais do que triplicar o alcance do evento, já que as lives não possuem essa limitação de participantes.

 

A possibilidade de se ter mais espectadores nas transmissões ao vivo vem acompanhada de outro fator determinante na participação do público: o espaço geográfico. Isso porque, em alguns casos, as pessoas até tem interesse em participar do seu evento, mas, por causa da distância, isso se torna inviável.

 

Logo, se você fizer uma boa divulgação nas redes sociais, a sua live poderá chegar a diversos lugares do país e do mundo, levando o nome da sua marca e a sua autoridade para mais pessoas.

 

Alcançar um público maior em eventos também pode significar um aumento em sua base de leads. Fazendo lives de qualidade e com bons conteúdos, as pessoas irão se interessar pelo seu produto, e cabe à sua equipe comercial ter uma boa estratégia de vendas estruturada. Dessa forma, além dos novos leads, você poderá notar também um crescimento nas vendas.

 

 

Os avanços tecnológicos não vão parar: mostre que sua empresa está atualizada ✅

O mar de lives já dominou todas – ou quase todas – as áreas, e é provável que os seus concorrentes mais fortes já tenham adotado essa estratégia. Além de ser extremamente eficiente no planejamento de marketing, contribuindo com a propagação do nome da marca e com a captação de leads, a realização de eventos digitais mostra que a empresa está atualizada nas tendências do mercado.

 

Investir em transmissões ao vivo é também um esforço para se destacar em relação à concorrência. Portanto, é importante observar o que as outras empresas do setor estão fazendo e estar sempre atento aos avanços tecnológicos que causam impactos nos eventos digitais. Com a transformação digital, ações como essas se tornaram cada vez mais importantes.

 

Outra consequência esperada é que esse posicionamento acrescente à imagem da empresa a característica positiva de tecnológica, atualizada. Inclusive, pesquisas já comprovaram que o público quer continuar assistindo lives mesmo após o fim da pandemia, o que indica que realizar esse tipo de evento pode ainda agradar essas pessoas, entregando o que elas esperam.

 

A verdade é que, se o seu negócio ainda não incluiu os eventos online na estratégia de marketing, uma hora terá que fazê-lo, e quanto antes, melhor.

 

 

Fortalecendo a imagem da marca 💪

Acrescentar à imagem da sua marca a característica de tecnológica pode ser bom, mas melhor ainda é reforçar os propósitos e valores construídos ao longo dos anos, não é mesmo? É fato que a reputação é extremamente importante para as empresas, e os eventos digitais também podem ajudar a consolidá-la.

 

A percepção que o público tem da personalidade e dos valores da sua empresa é que compõe a imagem da marca, e nesse sentido, as redes sociais e os meios de comunicação em geral são muito importantes.

 

É por isso que, ao decidir incluir as lives na estratégia de marketing da sua empresa, tome muito cuidado para que a divulgação e comunicação dos eventos estejam alinhadas com o posicionamento que a empresa manifesta em outros canais.

 

E lembre-se: fortalecer a imagem da marca é um dos meios para fidelizar os seus clientes. Esse benefício você não vai querer perder, né?

 

 

Demonstre credibilidade 📊

Por último, mas não menos importante: nos eventos digitais você pode (e deve) mostrar aos espectadores que domina os assuntos relacionados à área de atuação da sua empresa. Para isso, se preocupe sempre em entregar conteúdos aprofundados e que vão além do que o seu público já está acostumado a ver na internet.

 

Em eventos com convidados, tente sempre trazer especialistas renomados, com muita experiência e que irão agregar valor à sua transmissão. Ao fim da live, é interessante também oferecer materiais que reforçam o conhecimento da empresa acerca dos temas apresentados.

 

A palavra é inovação. Para se destacar, a sua empresa precisa se diferenciar de tudo o que está sendo feito no mercado. Invista em pesquisas e esteja sempre analisando os passos dos concorrentes. Afinal, entregar um conteúdo de valor também impacta positivamente no fortalecimento da imagem da marca.

 

E aí, conseguimos te convencer a incluir lives no seu planejamento de marketing? Todos esses 5 motivos foram notados por nós da Netpoint, a empresa que mais realizou eventos digitais em 2021.

 

Se você quer saber mais sobre como as transmissões ao vivo podem amplificar os resultados do seu negócio, entre em contato conosco, estamos prontos para entregar uma experiência digital completa 🙂

#newsletter

Os melhores conteúdos sobre eventos, transformação digital, experiência do cliente, branding e mais.

Quer saber como obter mais resultados com seus eventos?
Converse agora com um de nossos especialistas!